Quadrilha pós-moderna

O presente trabalho pretende descrever as metodologias, os estudos e os resultados da gestação do curta-metragem “Quadrilha Pós-Moderna”, confeccionado no âmbito da disciplina de “Produção Audiovisual” dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia. O trabalho se pautou no desenvolvimento de uma película sobre a modernidade líquida, mais especificamente as questões concernentes ao tema cibercultura e simulacro. Para tanto, foi realizado um levantamento bibliográfico sobre o objeto de estudo, com destaque para os aportes teóricos de Zygmunt Bauman. Em seguida, engendrou-se uma fase de planejamento e elaboração de roteiro, com a consequente fase de gravações. O vídeo buscou fazer uma “adaptação” do poema “Quadrilha”, de Carlos Drummond de Andrade, em uma tentativa de inserir a história original no contexto social da modernidade líquida, caracterizada pela virtualidade e pelo caráter descartável das relações amorosas humanas.

New Chip

Esta propaganda foi desenvolvida na disciplina de Produção Audiovisual sobre a orientação do Me. Frederico Carvalho Felipe interligada a temática da Jornada Científica da Faculdade Araguaia,  que explorou o tema SOCIEDADE LIQUÍDA-MÍDIA E ESPETÁCULO, que tem como base o sociólogo polonês Zygmunt Bauman que enfatiza que a sociedade atual pode ser classificada como uma modernidade líquida (que seria uma substituição do termo “pós-modernidade”, que se tornou mais uma ideologia do que um tipo de condição humana, como diz o autor), em contraposição à modernidade sólida que seria a modernidade propriamente dita, da época da guerra fria e das guerras mundiais.

Juntos, porém separados.

Este vídeo feito para a Jornada Científica de Comunicação da Faculdade Araguaia, sob a orientação do professor Frederico Carvalho, explora as relações líquidas da idade contemporânea, ou seja, relações superficiais, fracas, que podem se desfazer a qualquer momento, por qualquer motivo.

 

DEPRESSIVAMENTE

Neste curta, os alunos Bruno de Souza Silva, Dhiego Gomes Almeida, Ivanildo Aragão de Macedo, Maria Guilherme Simão, Matheus Domiciano Martins Silva, Rodrigo Estrela Borges e Ueres Silva Ramos  mostram ao público as dificuldades que a depressão traz para dentro de um berço familiar. A história foi baseada no poema “Um poema sobre depressão” do jovem Youtuber, Maicon Küster, 21, natural da cidade de Balneário Camboriú, Santa Catarina. O jovem começou sua carreira como stand-up com dezesseis anos. A trilha sonora tem como tema a música Pusher da banda de rock alternativo inglesa, Alt-J.

 

Consumismo e a Era da Propaganda Midiática

Neste vídeo, os alunos Iury Mariano Gonçalves, Luana Vasques Marques Póvoa, Marcos Yure Nunes Ferreira, Millena Fernandes Ferreira e Natália Lopes Barros exploram a ideia de consumismo na sociedade contemporânea e líquida na qual vivemos. A ideia a ser passada é que as propagandas têm o intuito de agregar produtos fúteis que gostaríamos de adquirir, como placebos implantados em nossas mentes pelos gloriosos comerciais com projeções espetaculares do mercado.

inTRANSigência

“Era só um trabalho acadêmico de Telejornalismo II da professora Juliana Junqueira, mas gostamos tanto das entrevistadas, que decidimos compartilhar esses depoimentos maravilhosos com vocês. 

Agora esperamos que esta seja a versão curta-metragem do documentário inTRANSigência. Queremos fazer uma versão longa metragem, com iluminação decente e controle de audio.
Aborda as várias formas de violência sofridas por transexuais e travestis. Da forma de tratamento ao preconceito familiar e no ambiente de trabalho, o cotidiano de quem decide mudar sua identidade ou aparência para outro gênero.
Intransigente: aquele que não transige, que não faz concessão; inflexível, intolerante.

No país que mais mata transexuais e travestis no mundo, a intransigência está impregnada nas pessoas. Mas há aqueles transigentes, que quebram os tabus e ultrapassam as barreiras do preconceito escancarado e endêmico de uma sociedade conservadora, e que aos poucos, começa a olhar com outros olhos para a diversidade.

inTRANSigente conta histórias de Luanas, Divas e Saras. Pessoas que transigiram, e com o coração cheio de luta, se tornaram “puta mulheres“.

São essas as palavras de Antônio Carlos, Domingos Ketelbey, Fabiana Souza, José Otávio Jungles e Paulo Fernando Rodrigues, alunos de Telejornalismo II, responsáveis pela produção do documentário. 

Araguaia Esportes

Sim, aqui falamos de tudo: Cultura, comunicação, culinária, história, comportamento e claro, esportes! Então dá uma olhada na matéria que os repórteres de Telejornalismo II produziram sobre o tema. Na reportagem, eles exploram temas como a rivalidade entre Goiás e Vila Nova e também falam o futebol americano que é praticado aqui no Estado.

 

1 6 7 8