Beber e dirigir é crime, e pessoas insistem nesse delito em Goiás

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

“Uma pessoa que bebe, pega um carro e sai dirigindo, ela quer matar’’, afirma o delegado Manoel Vanderic, titular da Delegacia de Trânsito da Policia Civil em Anápolis falou ao Araguaia Online sobre as pessoas que ingerem bebidas alcoólicas e insistem em dirigir.

Para o delegado a prevenção é muito importante. Diariamente em Anápolis, a 55 km de Goiânia, motoristas são detidos pelo artigo 306 do código penal, nos flagrantes os motoristas demonstram fala arrastada e forte hálito etílico.

“Isso é crime, isso é perigoso, gera morte”. O veículo acaba sendo uma arma. Um acidente pode matar uma família inteira’’, alertou o delegado.

Confira a entrevista o Delegado Manoel Vanderic para o Araguaia Online:

Estatísticas da PC mostram altos índices de crimes referentes a tráfico de drogas

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

“Essas vítimas normalmente tem antecedentes criminais, sejam elas por tráfico ou até com outras modalidades criminosas. O envolvimento com o tráfico tem sido nas estatísticas a maior parte da motivação desses crimes”, afirmou o delegado Vander Coelho, titular do Grupo de Investigação de Homicídios da Polícia Civil em Anápolis.

O artigo 33 desta Lei, afirma que caberá pena de reclusão de cinco a 15 anos para quem importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar.

Quanto a pena de reclusão, a mesma é tratada no artigo 33 do Código Penal, o qual define que a esta pena será cumprida em regime fechado, semi-aberto ou aberto.

Confira a matéria feita pelo repórter Jonathan Cavalcante ao Araguaia Online:

Como não ser mais uma vítima de estelionato

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

Os crimes de estelionato vem acontecendo com frequência em Goiás, e a cada dia, vítimas caem nesse golpe e são prejudicadas. Segundo dados da Polícia Civil, apenas no mês de outubro foram registrados mais de 30 casos.

Correntistas de vários bancos, principalmente da Caixa Econômica Federal são as principais vítimas desses crimes praticados. “Nós sabemos que os bancos não pedem senhas de cartões e confirmação dos últimos números de cartões por telefone”, disse a Delegada Titular da 1ª DP Anápolis, Dra. Gênia Maria Etherna.

A Polícia Civíl explica ainda que é preciso ficar atento para alguns fatores, como o DDD de quem está vendendo, informações da conta para o depósito, a identidade do vendedor e desconfiar de preços muito baixos.

Confira a matéria realizada pelo aluno Jonathan Cavalcante, para o Araguaia Online:

Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo obteve números positivos em 2018

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

A média geral de vacinação na campanha em 2018 contra sarampo foi de 95,3%, a de poliomielite ficou em 95,4%. No total, 21,4 milhões de doses foram aplicadas, beneficiando 10,7 milhões de crianças. O balanço foi divulgado pelo Ministério da Saúde.

Os dados são positivos, mas a prevenção é fundamental. O Araguaia Online acompanhou essa campanha e conversou com o coordenador de vigilância sanitária da secretaria de saúde de Anápolis. “Com o ressurgimento do sarampo, eu creio que as pessoas vão procurar mais  as unidades de saúde. Houve uma despreocupação da sociedade de forma geral, pois essa doença havia sido erradicada no nosso país’’, disse Júlio César.

Em 2019 a campanha será intensificada novamente, confira a matéria no link abaixo e entenda a importância dessa vacinação, especialmente para as crianças de 1 a 5 anos.

Ouça a reportagem:

12 anos de criação da Lei Maria da Penha

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

O mês de agosto de 2018 marcou o 12º ano de criação da Lei Maria da Penha, medida que representa avanços no combate à violência doméstica e de gênero.

A Lei Maria da Penha foi decretada pelo Congresso Nacional e sancionada pelo ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva em 7 de agosto de 2006, e entrou em vigor no dia 22 de setembro de 2006.

De acordo com a Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006: Art. 1o Esta Lei cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do § 8o do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Violência contra a Mulher, da Convenção Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher e de outros tratados internacionais ratificados pela República Federativa do Brasil; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; e estabelece medidas de assistência e proteção às mulheres em situação de violência doméstica e familiar.

Analisando o código penal da Lei Maria da Penha, de acordo com o art. 20: Toda mulher, independentemente de classe, raça, etnia, orientação sexual, renda, cultura, nível educacional, idade e religião, goza dos direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sendo-lhe asseguradas as oportunidades e facilidades para viver sem violência, preservar sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual e social.

A reportagem do Araguaia Online conversou com a Delegada titular da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM), Dra. Marisleide Santos sobre o 12º ano da Lei Maria da Penha, Confira:

 

Força tarefa no período chuvoso no combate ao Aedes Aegypti

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

Mosquito Aedes Aegypti. Crédito da foto: Pixabay

 

Prevenção é a palavra-chave no período chuvoso em Goiás, que vai de outubro até maio. É o que explica a coordenadora técnica de Controle de Doenças Transmitidas por Vetores, Patrícia Godoi. “Se cada um não fizer sua parte, a gente não consegue sozinho”.

Com essa intensificação é possível visitar todos os imóveis da cidade neste início de período chuvoso. A meta da Secretaria Municipal de Saúde é fazer essa cobertura e, no próximo mês, promover mais mobilizações, chamando a população para o combate ao mosquito.

Os sintomas de doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata atenção médica, pois pode ser fatal.

Saiba como é feito o trabalho de prevenção, bem como dicas para a população na entrevista com a coordenadora técnica de Controle de Doenças Transmitidas por Vetores, Patrícia Godoi.

Ouça a reportagem do aluno Jonathan Cavalcante:

Doe leite materno; ‘’Um pouquinho do que você doa, é tudo para quem precisa”

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

Crédito da foto: Pixabay

A coordenadora do banco de leite humano de Anápolis, Raquel de Castro Rodrigues, fala sobre a importância da doação do leite materno. O objetivo é mostrar ao público feminino que amamentar é sinônimo de saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, bebês que estão internados e não podem ser amamentados pelas próprias mães têm a chance de receber os benefícios do leite materno com a sua doação. Com ele, a criança se desenvolve com saúde, tem mais chances de recuperação e fica protegida de infecções, diarreia e alergias.

A entrevista abaixo fala da importância desta ação e também traz dicas para as mães que desejam fazer doação para o banco de leite humano. O Araguaia Online conversou com Raquel de Castro e a reportagem do aluno Jonathan Cavalcante, você pode ouvir a seguir.

 

Ambiente fortalecedor para as crianças que sofreram com o Bullying

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

Crédito da foto: Pixabay

O relatório do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), divulgado em 2017, revelou uma triste realidade. De acordo com os dados, 17,5% dos alunos brasileiros, na faixa dos 15 anos, são alvos de algum tipo de bullying várias vezes ao mês.

Desde os anos 1990, a palavra vem sendo utilizada para descrever agressões, que podem ser físicas, emocionais ou psicológicas, praticadas por uma ou várias pessoas contra uma vítima que não possui condições ou ferramentas para se defender, causando dor, medo e sofrimento. Lamentavelmente, isso é bullying, e este mal precisa ser combatido. Em Goiás nos últimos tempos, dois episódios marcaram esse problema – um em Goiânia e outro em Alexânia.

De acordo com o secretário municipal de Educação de Anápolis, Alex Martins, a campanha de conscientização está produzindo transformações nas escolas e na vida dos alunos envolvidos. Na entrevista, ele também destaca que o papel da família é fundamental nesse processo.

Ouça a entrevista concedida ao Araguaia Online a seguir. A reportagem é do aluno Jonathan Cavalcante.

Polícia Rodoviária Federal em Pauta

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

Crédito da foto: reprodução/internet

 

Roubo de cargas, período chuvoso, multas por excesso de velocidade e embriaguez ao volante foram pontos destacados pelo inspetor Stefferson, da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Em entrevista ao repórter Jonathan Cavalcante, do Araguaia Online, o inspetor falou sobre esses temas, e deixou dicas aos motoristas que trafegam pelas principais rodovias do Estado de Goiás.

Acompanhe a seguir, a entrevista com o Inspetor Stefferson, da PRF.

Disk Denúncia da PRF: 191

A vida dos Taxistas com a popularidade dos motoristas de aplicativos

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

Crédito da foto: reprodução/internet

 

Em 1976, surgiu o primeiro serviço de rádio-táxi do Brasil, na cidade de Curitiba. Atualmente existem serviços de rádio-táxi em todas as capitais e na maioria das cidades brasileiras com mais de 20 mil habitantes.

Mas os números de motoristas de aplicativo estão crescendo em todo país com o Uber e 99 POP. E a pergunta que fica é: como ficou a situação dos taxistas após a chegada
dos motoristas de aplicativo no Brasil?

A reportagem do Araguaia Online ouviu a categoria pra saber de que forma eles estão
enfrentando essa situação. O taxista Nelson Cruz deu sua opinião sobre o trabalho dos taxistas com a concorrência dos aplicativos: Uber e 99 POP.

“Nossa situação está muito difícil, estamos rodando pouco, a culpa é do Uber”, disse o taxista.

Acompanhe a entrevista concedida ao aluno Jonathan Cavalcante a seguir:

Outubro Rosa 2018: prevenção e autoexame do câncer de mama

Nesse mês, diversas campanhas são intensificadas em todo o Brasil, sempre destacando a importância da prevenção e do autoexame.

Texto: Jonathan Cavalcante

Edição: Vinícius Martins

 

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização promovida durante todo o mês, cujo objetivo é alertar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. O movimento Outubro Rosa surgiu na década de 1990, desenvolvido pelo Ministério da Saúde e desde então, estimula a participação da população no controle da doença.

Essa importante dada é celebrada todos os anos, e o principal foco é a conscientização sobre a importância da prevenção, proporcionando assim, maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento. Nas mulheres acima de 40 anos a realização da mamografia é essencial para que o câncer seja diagnosticado precocemente.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Existem vários tipos de câncer de mama, sendo que alguns se desenvolvem mais rapidamente e outros não.

Dentre os sintomas deste tipo de câncer, destacam-se:

  • Caroço (nódulo), geralmente indolor;
  • Pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do seio ou saída de líquido em um dos mamilos;
  • Pequenos nódulos no pescoço ou na região abaixo dos braços (axilas).

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, o que corresponde a 28% dos novos casos a cada ano.

Para saber mais sobre o tema, o Araguaia Online conversou com a coordenadora do programa Saúde da Mulher da Prefeitura de Anápolis, Lorena Diogo. Ela cita muitas dicas que auxiliam as mulheres na prevenção do câncer de mama, sendo que uma das formas mais simples de prevenção é a realização do autoexame.

Confira a entrevista em áudio no link a seguir:

https://soundcloud.com/araguaiaonline/outubro-rosa-2018-prevencao-e-autoexame-do-cancer-de-mama

A Faculdade Araguaia iniciou a X Semana da Comunicação

A Faculdade Araguaia iniciou a X Semana da Comunicação e I Seminário da Consciência Negra, com o tema Empreendedorismo e inovação: novos modelos de negócio na comunicação. Na conferencia de abertura, o evento recebeu o diretor de Impressos do Grupo Jaime Câmara, Raphael Veiga, para falar sobre a reinvenção das estratégias de negócios nas mídias tradicionais e como o jornalismo se adequa à era digital. Além dele o evento contou com a presença de diretores, coordenadora de cursos, professores e estudantes de Jornalismo e Publicidade e Propaganda.
O repórter Paulo Henrique Pane, do Portal Araguaia Online, acompanhou e traz mais detalhes. Confira.

 

O sem voz!

Essa crônica brinca com o dualismo escuta/voz abordando a dificuldade de ser ouvido na sociedade marcada pelas imagens.
A produção é de estudantes de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia, em Goiânia, sob a supervisão do professor Gildésio Bomfim.

Estudantes: Rodolfo Pena, Gabriela Castro, Rodrigo Estrela, Maria Guilherme, Ana Cláudia Porto. Para ouvir, clique no link abaixo:

https://soundcloud.com/radiojornalismo-919344972/o-sem-voz

 

EMPREENDEDORES DÃO DICAS PARA QUEM QUER INVESTIR EM NEGÓCIO PRÓPRIO

Os estudantes dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia conferiram na última quarta-feira, 27 de setembro, no auditório da unidade Bueno, a segunda sessão do Projeto de Extensão Cineclube Araguaia 2017/2, intitulado Empreendendo na Telona. O filme da vez foi Joy: O Nome do Sucesso.
Confira a seguir as entrevistas feitas pelo repórter Paulo Henrique Pane, com a professora Cláudia Temponi, que mediou a mesa-redonda realizada após a exibição do filme; com a empreendedora Márcia Gonçalves, que participou como debatedora convidada; e com o aluno empreendedor Heráclito Aquino, do 7º período de Jornalismo.
1 2