ECONOMIA COMPARTILHADA É TEMA DE EVENTO

Texto: Jonathan Cavalcante e Michel Paiva

Edição: Profa. Viviane Maia

 

Começa nesta segunda-feira, 18 de março, a Semana de Integração Acadêmica dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia. A programação – que prossegue até a próxima sexta – será aberta com a aula magna intitulada Economia compartilhada: produção e consumo em Comunicação, das 18h30 às 22h, no auditório da Unidade Bueno.

Neste semestre, a aula inaugural contará com um formato diferente: os dois convidados – Francisco Lima Júnior, analista de Inovação e Competitividade do Sebrae Goiás; e Marcos Alberto Bernardo, co-fundador e sócio do Instituto Parque Tecnológico Gyntec –, além de apresentarem uma análise sobre o cenário atual para os negócios, serão sabatinados pelos professores Altair Tavares, Frederico Carvalho, Márcia Pimenta e Verônica Brandão. A mediação ficará a cargo da professora Viviane Maia, coordenadora dos cursos.

Em um formato diferente, seguindo um modelo “arena”, já conhecido do programa Roda Viva, da TV Cultura, os convidados vão discorrer sobre as possibilidades de negócio na economia digital e comportamentos disruptivos. Quais são as possibilidades de negócios no século XXI? Essa e outras questões serão levantadas.

A professora Márcia Pimenta, que participará da sabatina, destaca que essa discussão é de extrema relevância no âmbito da comunicação, uma vez que trabalhamos com produção e consumo cotidianamente.

“Estamos vivenciando uma mudança de paradigma nas relações de produção e consumo. Tais relações influenciam novos modos de vida, relações, formas de trabalho, etc. A economia compartilhada é uma tendência nessas relações e nos comportamentos de consumo – dividir o uso (ou a aquisição) de produtos e serviços, naquilo que se denomina consumo colaborativo”, esclarece.

A docente explica que há, nesse contexto, o surgimento de inúmeras possibilidades de se empreender e um novo jeito de viver e de consumir. Hoje, é possível compartilhar transportes, rotas, casas, quartos, utensílios os mais diversos, músicas, dentre outros, tendo as tecnologias da informação como facilitadoras.

Ela ainda destaca a relevância do tema no Jornalismo “faz-se necessário refletir sobre os novos modos de se produzir conteúdos jornalísticos, de maneira colaborativa e independente, assim como os novos públicos e suas respectivas participações nessa produção.”

Um dos sabatinadores da aula inaugural, o professor Altair Tavares explica que o tema do semestre é bastante coerente com o cenário que vivemos atualmente, marcado pelos avanços tecnológicos e o desenvolvimento de startups.

“Vamos ter a oportunidade de debater do que já conhecemos, principalmente do projeto do Gyntec, que é um local que tem promovido o desenvolvimento de startups. E desenvolver negócios da economia compartilhada, pode ser uma grande oportunidade para os nossos futuros profissionais da área da comunicação e da tecnologia. Portanto, a escolha muito atual, espero que o debate realmente possa ser um alavancador de boas ideias e principalmente com a contribuição dos nossos palestrantes.”

Entenda o que é economia compartilhada

O tema Economia compartilhada: produção e consumo em comunicação é um assunto relevante e que envolve a mudança de comportamento social e de consumo. A economia compartilhada é uma nova tendência de hábitos de consumo, onde a divisão do uso ou compra de serviços e produtos acontecem de forma colaborativa.

Ela permite que as pessoas mantenham o mesmo estilo de vida, sem precisar adquirir mais, o que impacta positivamente não só no bolso, mas também na sustentabilidade do planeta. Além dos já conhecidos Uber, Airbnb, Prime Fraction Club e Tripda, conheça também algumas startups brasileiras do nicho: Tem Açúcar?; SmartBeach; Bliive; Vivências; Happymoment; Kiiin; Serviçaria; ezPark; Dog Hero; Quintal de Trocas e My Open Closet.

SERVIÇO

Aula Magna – Semana de Integração Acadêmica

Data: 18/03 (segunda-feira)
Horário: 18h30 às 22h
Local: Auditório da Faculdade Araguaia – Unidade Bueno
Entrada gratuita