Another brick in the wall

Uma sala de aula, uma professora, vários alunos, várias visões. Nesse curta, as alunas Caroline e Helena, do 6º período de jornalismo, utilizaram uma linguagem própria do cinema experimental para mostrar alguns elementos que compõem o processo de aprendizagem, sendo que a tecnologia é o que mais se destaca. O objetivo é mostrar que atualmente somos completamente dependentes da tecnologia e se os esses aparelhos eletrônicos deixam de funcionar, nós não sabemos como seguir adiante. Viramos escravos da tecnologia?

Roteiro de um roteiro

O conhecimento pode nos enlouquecer? Assista e descubra. De maneira bem humorada, os alunos de jornalismo do 6º período, sob a orientação da professora Juliana Junqueira, aplicaram os conhecimentos sobre audiovisual e roteiro cinematográfico adquiridos em sala de aula e abusaram da metalinguagem. Eles criaram um roteiro sobre a aula de roteiro. O curta mostra que o conhecimento, em vários momentos, pode nos deixar à beira da loucura, mas depois que refletimos sobre ele, vem a sensação de liberdade e a necessidade de transformar esse conhecimento em algo concreto. Foi o que eles fizeram.

O crime compensa?

 

Curta-metragem criado na disciplina de Audiovisual ministrada pela professora Mestra Juliana Junqueira. O grupo foi composto pelos alunos: Carlos Vince; José Antonio; Nayra Cristina e Watter Lorran. O objetivo é reproduzir uma cena sobre um roubo de celular em sala de aula utilizando os conceitos e técnicas aprendidos em aula como: roteiro; planos; cenas e edição. Contrapondo o roubo de um celular com ideias do cinema mudo.

 

Preservação Ambiental

O vídeo abaixo foi produzido pela Delegacia Estadual de Meio Ambiente com o objetivo de provocar a reflexão de todos os goianos e destacar a importância da preservação de nascentes do Rio Araguaia.

“A preservação das nascentes fará com que o rio continue sendo alimentado por outros cursos d’água. Por isso que a Polícia Civil tem buscado conversar com os produtores e com a comunidade em geral mostrando a necessidade do cercamento dessas áreas”, destaca Luziano de Carvalho, titular da DEMA.

A Faculdade Araguaia é entusiasta de todas as ações que visam contribuir com a preservação do ecossistema. Preservar o meio ambiente é preservar nossa própria existência. Que sejamos cada vez mais conscientes!

inTRANSigência

“Era só um trabalho acadêmico de Telejornalismo II da professora Juliana Junqueira, mas gostamos tanto das entrevistadas, que decidimos compartilhar esses depoimentos maravilhosos com vocês. 

Agora esperamos que esta seja a versão curta-metragem do documentário inTRANSigência. Queremos fazer uma versão longa metragem, com iluminação decente e controle de audio.
Aborda as várias formas de violência sofridas por transexuais e travestis. Da forma de tratamento ao preconceito familiar e no ambiente de trabalho, o cotidiano de quem decide mudar sua identidade ou aparência para outro gênero.
Intransigente: aquele que não transige, que não faz concessão; inflexível, intolerante.

No país que mais mata transexuais e travestis no mundo, a intransigência está impregnada nas pessoas. Mas há aqueles transigentes, que quebram os tabus e ultrapassam as barreiras do preconceito escancarado e endêmico de uma sociedade conservadora, e que aos poucos, começa a olhar com outros olhos para a diversidade.

inTRANSigente conta histórias de Luanas, Divas e Saras. Pessoas que transigiram, e com o coração cheio de luta, se tornaram “puta mulheres“.

São essas as palavras de Antônio Carlos, Domingos Ketelbey, Fabiana Souza, José Otávio Jungles e Paulo Fernando Rodrigues, alunos de Telejornalismo II, responsáveis pela produção do documentário. 

Araguaia Esportes

Sim, aqui falamos de tudo: Cultura, comunicação, culinária, história, comportamento e claro, esportes! Então dá uma olhada na matéria que os repórteres de Telejornalismo II produziram sobre o tema. Na reportagem, eles exploram temas como a rivalidade entre Goiás e Vila Nova e também falam o futebol americano que é praticado aqui no Estado.