Cursos de Jornalismo e Publicidade discutem alteridade e comunicação

Pauta norteadora do semestre 2019/2 será apresenta durante a Semana de Integração Acadêmica, de 9 a 13 de setembro

Entre os dias 9 e 13 de setembro, os cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia realizam a Semana de Integração Acadêmica, que contará com mesa-redonda, encontro de egressos e mostra audiovisual. Durante o evento será apresentada a pauta norteadora do semestre 2019/2 – Alteridade e Comunicação: Diálogo e Reconhecimento entre Eu e Outro. As atividades que integram o evento são destinadas a alunos, professores e pesquisadores da área da comunicação. 

Na segunda-feira, 9/9, será realizada a mesa-redonda Alteridade e Comunicação: diálogo e reconhecimento entre Eu e Outro, que terá como debatedores a professora da Universidade Federal de Goiás Luciene Dias, o psicólogo e psicanalista Patrick de Oliveira e o secretário municipal de Direitos Humanos, Filemon Pereira. A mediação ficará a cargo da professora e pesquisadora de audiovisual Verônica Brandão.

Jornalistas e publicitários formados pela Faculdade Araguaia marcarão presença no Encontro de Egressos, na terça-feira, 10/9. No matutino, participarão os jornalistas Frede Silveira, repórter da TV Record; e Caroline Louise, repórter da TV Anhanguera; e as publicitárias Gabriela Xavier, fotógrafa e analista de operações comerciais da TV; e Laysa Servian, coordenadora de marketing da Labovet Produtos Veterinários. A mediação será feita pelas professoras Márcia Pimenta e Viviane Maia.

Participarão do Encontro de Egressos no noturno, o publicitário Thiago Souza, gerente de marketing e RH na W/Veríssimo Comunicação; e as jornalistas Caroline Louise, Mayara Carvalho, repórter do Jornal Opção e da Agência de Notícias da Assembleia Legislativa de Goiás; Rackel Vieira, da Secretaria Municipal de Aparecida de Goiânia; além do jornalista Jairo Menezes, editor de texto na TV Record. A mediação será feita
pelos professores Gildésio Bomfim e Juliana Junqueira.

A Semana de Integração Acadêmica será encerrada com a primeira edição da Mostra Audiovisual de Resultados Acadêmicos (Mara), que reúne produções jornalísticas, publicitárias, vídeos de ficção e documentários produzidos pelos alunos de jornalismo e publicidade, sob a orientação de professores. O objetivo da mostra é dar visibilidade às produções realizadas pelos estudantes e incentivar o crescimento e desenvolvimento do audiovisual em Goiás.

Tema do semestre

A coordenadora dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia, Viviane Maia, explica que o tema da pauta norteadora é discutido dentro de todas as disciplinas e em atividade diversas. “Cada professor traz a discussão a partir do conteúdo da sua disciplina. Também existem os eventos coletivos onde serão discutidos o tema alteridade e comunicação”. A pauta norteadora também será tema do XI Projeto de Extensão Cineclube Araguaia, que ocorrerá em outubro; e da XI Semana de Comunicação, em novembro.

A aluna Giselle Alves Vieira, do 7° período de Jornalismo aposta que este tipo de discussão é fundamental para a formação do aluno. “É uma longa caminhada chegar até o fim de uma graduação. Durante esse trajeto, temos que buscar somar conhecimentos sobre a sociedade com as técnicas ensinadas”. A estudante acredita que discutir o tema alteridade é fundamental ao relacionamento profissional e com os demais indivíduos da sociedade.

MATÉRIA CORRELATA – PINGUE-PONGUE

Porque precisamos falar sobre alteridade       

A professora dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda Verônica Brandão é uma das responsáveis pela escolha da pauta norteadora do semestre 2019/2. Mestre e doutora em Audiovisual pela Universidade de Brasília, a docente em rápida conversa com a equipe do Araguaia Online falou sobre a importância de se debater o tema alteridade. A seguir, trechos da conversa.

De onde surgiu a escolha do tema?

O tema surgiu da percepção de nossa atual conjuntura sociocultural e política. Notícias que nos revelam um mal-estar sobre os outros: minorias, imigrantes, marginalizados, pobres, negros, entre outros. Precisamos voltar a refletir sobre nós mesmos, mas precisamos pensar em como agimos com o próximo. A mídia nos dá, cotidianamente, tragédias, espetáculos deprimentes, dramas e dor. E onde fica nossa sensibilidade para com as pessoas? Anestesiada. Era mais que necessário pensar na alteridade para entender nossa identidade. O Outro (do latim “alter”) somos nós em diferentes reflexos”.

Falta alteridade?

Não falta alteridade. Um outro sempre existiu e existirá. Falta um olhar mais humano para a alteridade. Falta empatia, humanidade, respeito e sensibilidade para ver e ouvir o estranho, o diferente. Se não temos outros diálogos e representações de nós mesmos, perdemos um pouco de nossa existência. E como transformar o estranho em familiar? Analisando a sociedade e a cultura, a economia e a política.

Por que então percebemos na atualidade um certo desprezo pelo outro?

Não perceber um outro é fruto de uma anestesia social, em que apenas os iguais a mim valem algo. Se não temos noção das alteridades, tememos a aproximação do estranho. Precisamos entender que toda diferença que tentamos esquecer, esconder, punir, vigiar, expulsar, é uma culpa que se volta, cedo ou tarde, para todos nós. Como comunicadores, precisamos entender que as pessoas não são invisíveis, que todos tem um lugar de fala/existência. Cada história de vida e luta é importante e merece ser analisada. O inferno somos nós que não respeitamos os Outros.

SERVIÇO

Semana de Integração 2019/2
Tema:
Alteridade e Comunicação: diálogo e reconhecimento entre Eu e Outro 
Data: 9 a 13 de setembro de 2019
Onde:  Auditório Bueno da Faculdade Araguaia (Av. T-10, 1047, Setor Bueno) e Vila Cultural Cora Coralina (Av. Tocantins esq. c/ Rua 3, Centro)
Entrada franca

Texto: Bruno Machado
Edição: Profa. Viviane Maia


Araguaia Online - Equipe

Read Previous

Professores e alunos da Faculdade Araguaia participam do Intercom Centro-Oeste 2019

Read Next

Semana de Integração Acadêmica discute Alteridade na Comunicação