A política no picadeiro

A Política no Picadeiro – O Programete  de rádio é uma sátira aos discursos políticos no Brasil. Os estudantes Bruna Martins, Jaqueline Silva, Vinicius Marques e Fábio Lucas coletaram áudios da internet, do rádio, da televisão e das ruas e criaram metaforicamente um espetáculo circense, onde os políticos e eleitores sãos os personagens.  O Programa realizado na disciplina de Produção Radiofônica dos Cursos de Publicidade e Propaganda da Faculdade Araguaia,  é uma sátira aos discursos políticos e trabalha com a noção de espetáculo da forma mais elucidativa possível – o circo.

Encontro de Egressos reúne ex- estudantes da Faculdade Araguaia para troca de experiências

Jornalistas e publicitários graduados na Faculdade Araguaia, em Goiânia, trocaram experiências com estudantes durante Encontro de Egressos na Semana de Integração Acadêmica dos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda. Com experiências em TV, Rádio, Agências de Propaganda e Jornal os egressos demonstraram sua habilidade no mercado e deram dicas aos futuros profissionais. A reportagem é de Jonathan Cavalcante com produção de Vinicíus Martins, Naddiny Ferreira e Avelino Matheus.

Programa Brasil do Avesso #2 – Adoção de Animais

Ofurô para relaxar, coleiras de cristal para ostentar, salão de festas para comemorar, motel para acasalar… não há o que não exista para agradar um bichinho de estimação.
A franca expansão do setor (que confere ao Brasil o título de segunda economia pet do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos) é fruto de uma mudança da relação entre pessoas e animais domésticos — os últimos, cada vez mais humanizados.
E o resultado é uma oferta de produtos e serviços tão especializados que chegam a suscitar a pergunta: tudo é mesmo necessário ou há exageros?
O Programa Brasil do Avesso debateu essa tema tão polêmico, ouça:

Rádio Faculdade Araguaia: Programa Brasil do Avesso #1

Quase um mês depois dos protestos de 15 de março, brasileiros voltaram às ruas neste domingo (12) para participar de manifestações em todo o país. A população pediu principalmente o fim da corrupção e a saída da presidente Dilma Rousseff. Os protestos foram organizados por grupos diferentes e as convocações foram feitas principalmente pelas redes sociais.
O Programa Brasil que é uma produção dos alunos do sétimo período de jornalismo da Faculdade Araguaia, abordou esse tema.

As leis do trabalho e a terceirização estiveram no centro do debate do Bate-Papo Ponto Com da segunda-feira (4), excepcionalmente apresentado pelo Marco Aurélio Carvalho. Para a professora de direito do trabalho da Unigranrio, Cecilia Alves, a terceirização pode significar um retrocesso para os trabalhadores.
“Infelizmente, estamos enfrentando um caminho para precarização. Estamos retornando ao que vivemos antes das conquistas que tivemos com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), e estamos observando que em face dessa instabilidade política, os trabalhadores é que estão pagando a conta”, disse Cecilia Alves.
A professora também ressalta que apesar do cenário atual não ser favorável, o governo foi o responsável por grande parte dos avanços na área trabalhista. “Nós tivemos a lei para o motorista, a regularização do seguro-desemprego, mesmo que tenha sofrido um aperto recente, mas foram grandes avanços e a terceirização neste momento vem para derrubar tudo o que foi conquistado”, ressaltou Cecilia,
Clique no player acima e confira a íntegra do programa que também contou com a participação do mestre em Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Igor Alves, e do estudante de Direito da Unigranrio, Pedro Pontes.

Programa Conversa Aberta debate a influência das novas tecnologias em sala de aula

O Programa Conversa Aberta levanta uma produção dos alunos do quinto período do curso de jornalismo da Faculdade Araguaia.
Flávio Gomes, professor de design gráfico na instituição, é o convidado dessa edição que discute o uso de novas tecnologias em sala aula.
O programa contou com a apresentação de Carol Souza, reportágem de Laysla Danielle e produção Aline Lima e Adla Machado, sob supervisão de Gildésio Bonfim e Bruno Haringl
.

OUÇA:

1 2