No trânsito prevalece a lei do mais forte

Redação: Ronaldo Antônio de Oliveira

Edição: Ana Maria Morais

Acompanhando o trânsito e seu fluxo de veículos dá para se perceber que há uma falta muito grande de gentileza e respeito por parte de quem dirige veículos maiores com aqueles que dirigem veículos menores. Não muito distante da realidade das grandes cidades, as cidades do interior do estado também enfrentam a falta de educação dos motoristas.

Nos cursos teóricos do Detran, um vídeo nos chama atenção: um pato das histórias em quadrinhos, que, ao assumir a direção de um veiculo, se torna agressivo. Bem representados por essa ficção, motoristas estão nas ruas todos os dias desrespeitando leis e disputando espaços com os mais fracos, prevalecendo a supremacia dos motoristas de caminhão e de ônibus sobre os automóveis menores. Por outro lado, esses veículos menores não respeitam os motociclistas, que, por sua vez, não respeitam os ciclistas, que também não respeitam os pedestres. E ao fim de tudo, todos nós somos pedestres em algum momento. Ao nos sentimos nessas situação, refletimos: que trânsito mais louco, onde ninguém se respeita!  Afinal, a lei é do mais forte?

Ana Maria - UniAraguaia

Read Previous

Inscrições abertas para a XIII JIC COM 

Read Next

XIV Cineclube Araguaia será realizado no próximo sábado no auditório da unidade Bueno